An Introduction to Black Holes, Information and the String Theory Revolution: The Holographic Universe

ISBN: 9812561315
ISBN 13: 9789812561312
By: Leonard Susskind James Lindesay

Check Price Now

Genres

Ancient Astronauts Currently Reading Default My Library Non Fiction Physics Plan 23 Popular Science Science To Read

About this book

- A unique exposition of the foundations of the quantum theory of black holes including the impact of string theory, the idea of black hole complementarily and the holographic principlebull; Aims to educate the physicist or student of physics who is not an expert on string theory, on the revolution that has grown out of black hole physics and string theory

Reader's Thoughts

Ant

Without a background in maths, I found it quite tough going. Super interesting though.

Stefano Finazzo

Fantástica introdução à termodinâmica de buracos negros e ao princípio holográfico, leitura obrigatória por quem se interessa pelo tema.A exposição intuitiva e extremamente física do Susskind é ótima; é um exemplo de como escrever um livro-texto, colocando as idéias à frente dos detalhes sujos.Um exemplo disso é o cálculo microscópico da entropia de buracos negros em teoria de cordas. Em todos livros textos de cordas que já li, a ênfase está nos detalhes técnicos de como realizar a contagem em casos que se tem muita supersimetria protegendo a evolução das grandezas físicas com o acoplamento, calculando a degenerescência do ground-state na marra. Isso é importante, mas no livrinho do Susskind encontrei pela primeira vez um argumento de porque esses cálculos devem, em geral, levar numa fórmula tipo Bekenstein-Hawking, mesmo no caso de cordas bosônicas - e isso é ainda mais importante!Para quem costuma ver a correspondência AdS/CFT como uma realização geométrica do grupo de renormalização, é refrescante ver um approach a partir da contagem de estados e enxergando a correspondência como uma realização concreta do princípio holográfico (do qual, alias, o próprio Susskind participou da invenção).Sem palavras, muito bom mesmo.

Share your thoughts

Your email address will not be published. Required fields are marked *